História da Silversea

Desde a sua criação no início dos anos 1990, a Silversea Cruises é reconhecida como o mais alto padrão em cruzeiros de luxo e aclamada por seu famoso estilo europeu e destinos de abrangência mundial. A linha de cruzeiros foi concebida por Antonio Lefebvre d'Ovidio, um respeitado jurista italiano e professor de direito naval. Sua ideia era criar uma nova categoria de embarcações de elite projetadas para oferecer mais espaço para um número menor de hóspedes, e com os mais altos níveis de serviço personalizado. O histórico naval de Lefebvre levou a seu envolvimento em transporte e, por fim, na indústria de cruzeiros.

Em 1988, Antonio Lefebvre adquiriu a maioria das ações da Sitmar Cruises, fazendo uma fusão com a P&O Princess Cruises no ano seguinte; e, em 1994, fundou a Silversea Cruises com dois navios construídos especialmente para a linha de cruzeiros. Seu filho Manfredi Lefebvre, que desde muito jovem se envolveu nos negócios da família, gerenciou as operações de navios da Silversea e assumiu a presidência da Silversea Cruises em 2001. Sob seu comando, a empresa aumentou sua frota de 4 para 8 navios (em breve serão 9). Manfredi Lefebvre é um executivo respeitado que atua em diferentes áreas, mas o setor de viagens sempre foi sua paixão principal - pessoal e profissionalmente. Graças ao comprometimento da família de Lefebvre, a Silversea Cruises é uma das últimas linhas de cruzeiros privadas. Além de presidir a Silversea, o sr. Lefebvre é membro do Fórum Econômico Mundial, vice-presidente do Conselho Mundial de Turismo e Viagem e membro do comitê executivo da Associação Internacional das Linhas de Cruzeiros (CLIA). Em 2007, Lefebvre foi condecorado com o título de Cavaleiro da Ordem de Saint Charles e Grimaldi pelo príncipe de Mônaco, Albert II. Ele mora no Principado de Mônaco há 25 anos.

Com o lançamento do navio de luxo Silver Explorer em 2008, a empresa introduziu o estilo Silversea de cruzeiro de expedição, adicionando um novo nicho no mercado de cruzeiros de luxo. Viajantes mais aventureiros agora podem explorar os destinos mais remotos do globo, vivenciando as características especiais oferecidas pela Silversea, como suítes com deslumbrantes vistas para o mar, experiências gastronômicas surpreendentes e um nível de atendimento inigualável, com quase um tripulante por hóspede. Além dos dois extremos polares, os três navios de expedição da Silversea navegam para as ilhas da Oceania, sudeste asiático, Rússia oriental, a remota Kimberley Coast da Austrália, Américas do Sul e Central (incluindo as Galápagos) e a exótica costa ocidental africana.

Atualmente, a Silversea Cruises é proprietária e opera oito navios de cruzeiros de luxo (em breve serão nove) com capacidades que variam de 100 a 540 hóspedes e um portfólio global de itinerários que inclui visitas aos sete continentes e a mais de 900 destinos no mundo todo. A matriz da empresa fica em Mônaco, e a linha de cruzeiros conta com filiais nos EUA, Reino Unido, Alemanha e Austrália.


The company

Manfredi Lefebvre d’Ovidio nasceu em Roma em 1953, e é filho do renomado empreendedor e jurista Antonio Lefebvre de Clunieres di Balsorano. Lefebvre começou sua carreira trabalhando em empresas da família, mas logo partiu para construir suas próprias empresas. Em 2001, ele assumiu o controle da Silversea Cruises, uma empresa familiar e líder global no setor de cruzeiros de luxo e tornou-se presidente.

Sob seu comando, a Silversea passou de uma linha de cruzeiros com três embarcações a líder de mercado com oito navios viajando para mais de 900 destinos no mundo todo. A frota continua crescendo e atualmente está construindo seu nono navio, o Silver Muse. Além disso, ele ampliou a linha de produtos da empresa adicionando a frota de expedição, que logo se tornou líder no mercado de cruzeiros de expedição de luxo também. A frota de expedição consegue chegar a destinos remotos e únicos que incluem as Ilhas Galápagos, a Antártica e o Ártico.

O sr. Lefebvre é um respeitado líder da indústria mundial de cruzeiros e já ocupou papéis importantes na Associação Internacional das Linhas de Cruzeiros (CLIA), incluindo o de presidente do conselho europeu, membro do comitê executivo mundial, e presidente de 2007 a 2013.


The company

Roberto Martinoli é o atual CEO da Silversea, depois de ter integrado o conselho de administração desde 2013. Antes de se juntar a Silversea, Martinoli foi presidente do conselho e CEO da Grandi Navi Veloci (GNV), uma empresa líder no setor de balsas no Mediterrâneo ocidental. Ele continua como presidente do conselho da Grandi Navi Veloci. Anteriormente, ele foi presidente e COO da Norwegian Cruise Line (de 2009 a 2010) e atuou como conselheiro na Apollo Management (de 2008 a 2009). Martinoli serviu como vice-presidente executivo de operações na Carnival Cruise Lines (de 2000 a 2008) e vice-presidente sênior na Costa Crociere (de 1997 a 2000).

Ele também foi proprietário e operou a Martinoli SAM (de 1976 a 1997), uma empresa de consultoria e administração naval. Martinoli tem mestrado em arquitetura naval e engenharia naval pela Universidade de Gênova, e frequentou o Executive Advanced Program da Kellogg Northwestern University de Illinois, em 2006. Atualmente, ele está no conselho de diretores e é membro do comitê executivo da Confitarma, de Roma.